Tubarão

novembro 08 (sábado), 2008

O xadrez é uma selva em preto e branco.” – Garry Kasparov

Tubarão também joga xadrez!

Vídeos do VodPod não estão mais disponíveis.

more about “Xadrez na escola“, posted with vodpod

Encontrado em Xadrezices.

Anúncios

Mate ajudado

julho 09 (quarta-feira), 2008

O ajudado é a mais pura das artes de xadrez, o mais próximo que há da arte pela beleza da arte.” – Jean Oudot

Uma nota rápida: foram publicados os resultados da fase classificatória do CBS 2008. Veja na seção de páginas ao lado: CBS 2008 – Classificatória ou no link acima.

Os problemas de xadrez utilizados em competições internacionais de solução se dividem em 4 categorias (os campeonatos mundiais possuem seis seções, isto porque problemas de mates diretos são usados em tres das seis seções). As categorias são:

  • Mates diretos: As brancas jogam e dão mate nas pretas em um número estipulado de lances. Nos mundiais há tres seções com mates diretos: mates em 2, mates em 3 e mates em mais de 3 movimentos.
  • Estudos: Composições onde, em geral, as brancas jogam e devem ganhar ou empatar. Em alguns casos excepcionais o primeiro lance pode ser das pretas. A solução não tem um número estipulado de movimentos porém deve haver apenas uma forma de cumprir a estipulação nas variantes principais. Nos mundiais de solução há uma seção de estudos.
  • Inversos: Nos inversos as brancas jogam e forçam as pretas a dar-lhes mate, enquanto as pretas tentam impedir que isto aconteça. Inversos não são muito diferentes de diretos em relação ao raciocínio e métodos de solução, embora os temas das composições possam ser muito distintos e algumas idéias serem expressas de forma mais natural em inversos que em diretos. Nos mundiais de solução há uma seção de inversos em dois ou mais lances.
  • Ajudados: Os ajudados formam um mundo à parte das outras tres categorias: é a única forma de composição onde os dois lados colaboram para a execução de um objetivo comum, que é o mate ao rei preto. Em geral as pretas que executam o primeiro movimento, portanto um ajudado em dois lances conta com 4 movimentos: dois das pretas e dois das brancas. Em ajudados curtos, de dois ou tres lances, é comum haver mais de uma solução, onde o compositor tenta promover a harmonia entre as soluções. Em mundias de solução há uma seção de ajudados com dois ou mais lances.

No vídeo a seguir vemos um ajudado em dois lances com quatro soluções de Felix Sonnenfeld.

Vídeos do VodPod não estão mais disponíveis.

more about “Felix Sonnenfeld – Ajudado em 2“, posted with vodpod

Nos enunciados de ajudados é comum indicar a existência das quatro soluções com a notação: 4.1.1.1. Ou seja, há quatro lances iniciais e uma variante para cada um destes lances.

Aguardo comentários e questões!


Ernest Pogosyants

junho 28 (sábado), 2008

A pregadura é mais forte que a espada.” – Fred Reinfeld

Ernest Levonovich Pogosyants foi talvez o mais prolífico dos compositores de problemas e estudos de xadrez depois de Thomas Raynor Dawson. Pogosyants nasceu na Ucrânia em 5 de junho de 1935, há pouco mais de 73 anos, e faleceu em 16 de agosto de 1990. A maior base de dados de estudos existente, de Harold van de Heijden, lista 1727 estudos do compositor ucraniano, nesta lista não estão incluídas outras formas de composições como diretos, inversos, que foram compostas por Pogosyants!

Com uma carreira tão prolífica Pogosyants foi capaz de extremos: muitas de suas composições são brilhantes peças de relógio, que parecem funcionar por mágica e ao mesmo tempo o compositor ucraniano publicou problemas com erros imperdoáveis! Alguns dos seus problemas incorretos ainda conseguiram a façanha de serem premiados!! Isto ocorreu antes da era dos computadores no xadrez e em especial na solução de problemas. Hoje em dia não se publicam muitas composições com furos porém ainda há vários estudos clássicos com incorreções para serem encontrados!

Vejamos uma de suas obras geniais.

Ernest Pogosyants
Pravda Serena, 1969 (T.T.)
1o. Prêmio
Brancas jogam e ganham

Brancas jogam e ganham Neste estudo as brancas precisam encontrar a forma correta de se aproveitar da posição incômoda do rei e dama pretos, porém as pretas usarão todos os recursos para evitar perder a partida.

1. Ce5+, necessário já que depois de 1. Cd4+? Rf2  não há mais xeques razoáveis e a dama preta estará livre no lance seguinte, 1. … Rf2, se 1. … Re4 ou 1. … Rg2 as brancas ganham a dama sem compensação com 2. Bb7+, depois de 1. … Rf2 as brancas precisam agir com cuidado, 2. Cg4+!, capturar o peão de d3 leva a uma armadilha de empate: 2. C:d3+? Rg2! 3. Bb7+ c6! 4. B:c6+ Rf1 5. B:h1 pate, 2. … Rf1, agora o cavalo de g4 interfere com a diagonal c8-h3 então as pretas não são obrigadas a jogar Rg2, o plano das brancas agora é levar o cavalo para d1, controlando f2 sem interferir com o bispo de c8, 3. Ce3+ Rf2 4. Cd1+ Rg2, agora se 4. … Rf1 5. Bh3+ seguido de 6. B:g2+ e 7. g4, 5. Bb7+ c6, preparando o afogado, 6. B:c6+ Rf1, agora a dama preta não pode ser capturada porque o rei estaria em afogado, portanto é necessário primeiro manobrar o cavalo de volta a g4, defendendo o bispo de h2, para depois seguir adiante com o plano branco, 7. Ce3+ Rf2 8. Cg4 Rf1 9. Bd5!, agora as pretas não tem lances adequados para a dama, se capturarem o bispo levam o duplo 10. Ce3+, a melhor resistência está no sutil, 9. … De4, 9. … De4 é um lance colinear, na terminologia de John Nunn, difícil de descobrir porém as brancas tem uma forma de quebrar o “encanto do afogado” das negras: 10. Ce3+ Rf2 11. Bg1+ seguido de B:e4. A dança do cavalo branco de g4 a d1 e de volta a g4 em conjunto com os recursos de afogados fazem deste problema uma composição inesquecível.

Clique no vídeo abaixo para ver a solução deste problema passo a passo, basta acompanhar os comentários em inglês. O vídeo foi criado pelo compositor alemão Siegfried Hornecker e é parte de uma série de vídeos sobre problemas de xadrez. Siegfried é um dos compositores que tem mais trabalhado na adaptação do tema Valadão (um dos poucos temas de origem nacional) de problemas diretos para estudos de finais. O tema Valadão consiste na presença simultânea dos movimentos de exceção do xadrez (en pasant, promoção e roque) no andamento da solução.

Vídeos do VodPod não estão mais disponíveis. from www.youtube.com posted with vodpod

Para degustação deixo uma composição de Pogosyants em parceria com Mitrofanov. O estudo que mostramos agora é bem ao estilo clássico de Rink, Kubbel e Troitzky mas a execução é perfeita. Leopold Mitrofanov foi um compositor genial e é autor de um estudo espetacular considerado por muitos o melhor de todos os tempos, em outro artigo veremos um pouco da obra de Mitrofanov.

L. Mitrofanov & E. Pogosyants

Bulletin do Clube Central de xadrez da URSS, 1980

Brancas jogam e ganham

Brancas jogam e ganham O estilo combinatório e posição natural desta composição certamente agrada também aos olhos de jogadores, além dos apreciadores de estudos, finais e problemas.

Vale a pena o esforço de resolver o problema.

Até a próxima!


Mate Inverso

junho 14 (sábado), 2008

Seja um jogador de xadrez não uma peça.

O conceito de mates inversos, onde as brancas forçam as pretas a dar-lhes mate, enquanto as pretas tentam evitar que isto aconteça, é bem mais antigo que outras formas de composição. Há registros de problemas inversos que datam da idade média. Em comparação, os mates ajudados foram criados apenas no século XIX por Max Lange.

Os processos e raciocínio para solução de problemas inversos não são muito diferentes daqueles usados na solução de problemas diretos porém há inversos que são mais difíceis de resolver que problemas diretos. Além disto há alguns temas e idéias de composição que são expressas de forma mais natural em problemas inversos do que em problemas diretos. O tema Babson, por exemplo, onde uma promoção das pretas é respondida de forma única por uma promoção equivalente das brancas, foi realizado antes na forma de inverso, mais de 60 anos antes da sua primeira execução em um direto.

Para entender melhor veremos a seguir um problema de mate inverso em dois lances de Félix Alexander Sonnenfeld, o nosso mais proeminente compositor de problemas de xadrez.

Vídeos do VodPod não estão mais disponíveis.
more about “Felix Sonnenfeld – Inverso em 2“, posted with vodpod

 Mais tarde veremos alguns problemas inversos que foram usados em competições internacionais de solução de problemas de xadrez.


Fischer em Reykjavik – 1972

maio 25 (domingo), 2008

O xadrez é a pedra de toque do intelecto.” – Johann Wolfgang von Goethe

Pouco depois de terminar de ler o ótimo livro “Bobby Fischer Goes to War : How A Lone American Star Defeated the Soviet Chess Machine“, de David Edmonds e John Eidinow esbarrei por acaso neste tributo a Fischer com imagens de Reykjavik, 1972.

Vídeos do VodPod não estão mais disponíveis. from www.youtube.com posted with vodpod

O vídeo, apenas com música, consegue humanizar muito do atormentado e brilhante Fischer. Como disse Kasparov em recente artigo na TIME: “Prefiro lembrar-me de suas realizações globais do que de suas tragédias internas“.


Yochanan Afek

maio 22 (quinta-feira), 2008

O xadrez é a luta contra o erro.” – Johannes Zukertort

Em artigos anteriores deixei duas composições do MI israelense Yochanan Afek sem solução. Vejamos a solução destes dois problemas antes de passar para um terceiro trabalho do compositor israelense.

Primeiro o problema publicado no artigo “Estudos Magistrais“. Esta composição foi dedicada ao aniversário de 50 anos de Karel van Delft, um grande amigo de Yochanan Afek.

Yochanan Afek
EG, 2006
Dedicado aos 50 anos de Karel van Delft
Brancas jogam e ganham
Brancas jogam e ganhamEste não é um problema difícil mas a combinação é extremamente agradável. Vejamos:

1. Ta8+!, não há outra opção a não ser xeque senão a dama das pretas pode iniciar uma seqüencia de xeques para o qual não haverá saída, 1. … R:a8 2. f8=D+ D:f8 3. e7 D:e7, se 3. … De8 4. Bf7 é suficiente para ganhar e se 3. … Df5+ 4. Bd5+, 4. Bd5+ Ra7 5. Ta8+ R:a8 6. c7+, Yochanan Afek comenta neste ponto que o bispo branco que antes era a peça da frente da bateria (Bg8/Th8) agora é a peça de trás de outra bateria (pc6/Bd5), 6. … Ra7 7. c8=C+ Rb8 8. C:e7 ganhando, isto se você conseguir dar mate com cavalo e bispo, é claro.

Abaixo vocês podem ver um vídeo do compositor israelense explicando a solução desta composição durante a festa de aniversário de Karel van Delft em Apeldoorn, na Holanda!

Vídeos do VodPod não estão mais disponíveis. from www.youtube.com posted with vodpod

O segundo problema é mais difícil, apesar da posição de aparente simplicidade.
Yochanan Afek
Israel Ring Tourney, 1983
3a. Menção Honrosa
Brancas jogam e empatam
Brancas jogam e ganhamA situação das brancas é extremamente delicada e o difícil aqui é que parece não haver nenhum recurso que evite a derrota. Esta é uma daquelas posições que a solução é começar a análise pelos movimentos que evitam a derrota imediata:

1. g7+, se 1. Rf7? Tg7+, se o rei move para qualquer outra casa as pretas jogam Rg7 seguido de Ta8, se 1. a8=D? T:a8 logo este é o único movimento que não perde imediatamente, 1. … Rh7 2. g6+, seguindo o mesmo princípio do lance anterior, os outros movimentos perdem de imediato, 2. … Rh6 3. a8=D!, agora com o rei preto em h6 surge uma possibilidade adicional, além disto os outros lances perdem de forma óbvia! 3. … T:a8 4. Rf7 Ta7+ 5. Rg8!, agora o plano branco está claro, 5. … T:g7+ 6. Rh8 e não há como evitar o empate! Quem diria que no decorrer da solução o rei branco iria terminar na casa onde está o rei negro no diagrama inicial?

Yochanan Afek
Tidskrift for Shack, 1972
2o. Prêmio
Brancas jogam e ganham
Brancas jogam e ganhamEste é um dos estudos que mais gosto de Yochanan Afek, tentem encontrar a solução e com certeza saberão o porque!

Depois que resolvermos este aqui vamos dar uma olhada em algumas composições de Leonid Kubbel. Até lá!


Kasparov interrompido

maio 20 (terça-feira), 2008

Tal não move as peças com a mão; ele usa uma varinha mágica.” – Viacheslav Ragozin

Cenas da difícil vida de político na Russia.

Vídeos do VodPod não estão mais disponíveis. posted with vodpod
Discursus interruptus de Kasparov.

Agora Putin envia até a força aérea para atacar Kasparov!